segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Crescimento X Inchaço (Bruna Casini)


Atualmente temos visto uma explosão de igrejas “evangélicas” no Brasil.
Isso foi visto aos olhos de pesquisadores, do IBGE como “o crescimento do número de evangélicos no Brasil”.
Quando escutamos esses dados no jornal imediatamente dizemos “Glória a Deus! O reino esta crescendo”, porém nunca paramos pra ver a diferença entre crescer e inchar.
O crescimento é definido pelo dicionário como: expandir em altura, comprimento e largura, desenvolver-se.
Inchar: aumentar o volume ou aumentar o número.
Quando falamos em crescimento falamos em desenvolvimento, em todos os sentidos, tanto quantitativo como qualitativo. A igreja quando cresce de fato não se limita. Seus membros também crescem, em fé, em graça, em estrutura espiritual e se expandem; pregam o evangelho e ganham aqueles que estão perdidos pelo mundo.
O inchaço limita-se apenas ao aumento do volume, ou seja, mais e mais igrejas, ao ponto de termos igrejas que são “parede com parede”. No Rio de Janeiro passei por uma rua que tem quatro igrejas de diferentes denominações. Penso eu: “Será que Deus mandou todos eles para esse lugar, exatamente esse lugar?” Agora pensemos nós: será que todos tiveram uma “Visão de Deus” para que se separassem de suas igrejas e abrissem ministérios independentes? Muitas vezes (e muitas mesmo) sem conhecimento bíblico, pelo menos satisfatório, para tal. Para liderar vidas, para apascentar, para aconselhar. Se tivessem o verdadeiro conhecimento em 1° lugar leriam o texto de Marcos 3:24 E, se um reino se dividir contra si mesmo, tal reino não pode subsistir” e esta tem sido a triste realidade de muitas das igrejas evangélicas no Brasil hoje.
O texto de I Corintios 3:6,7 diz: “Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento. Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento” se não vemos crescimento real e sim inchaço, é a hora de parar e refletir “será que Deus esta de fato nesse negócio?” A bíblia é bem clara em dizer “DEUS DÁ O CRESCIMENTO” e se tal crescimento (lembrando de quantidade + qualidade) não acontece não podemos ver Deus nisso.
O que acontecerá daqui a uns dias é que de tanto divirmos o Corpo de Cristo, logo teremos que amputar várias partes e amputar significa lançar fora uma parte que jamais poderá ser recolocada! Cabe aos líderes se atentarem para o que Deus realmente esta falando e nós como ovelhas não sermos levados por qualquer tipo “Visão” ou sonho que nos leve a aceitar mais uma divisão.

Lembremos sempre: Crescer não é inchar!

Bruna Casini
bruna.casini@hotmail.com

4 comentários:

  1. Obrigado Bruna por sua participação com esta mensagem!
    Realmente temos que repensar o surgimento de tantas denominações. O crescimento se não for com qualidade e conhecimento nem sempre vale a pena.
    Em breve nova mensagem da nossa amiga Bruna Casini.

    Jáder Fernandes

    ResponderExcluir
  2. Otima palavra Bruna!
    é realmente uma verdade isso em nosso meio!
    O que deveriamos fazer é parar de dividir o corpo de Cristo, e de confundir a cabeça dos que não conhecem a Cristo e nos unirmos para que possamos revelar a Cristo... Que possamos deixar o desejo de Cristo em sua oração sacerdotal ser uma verdade em nós! que possamos ser um assim como ele é com o pai para que o mundo creia que ele é a verdade e o caminho!!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Legal Bruna.. boa palavra.. isso tem acontecido muito nos ultimos dias, muito inchaço, mas pouco crescimentoo... as igrejas precisam se unir mais, porqe o reino dividido não subsisti!! Lutemos pois para ganhar almas a cada dia.. e que possamos crescer e não inchar!!

    ResponderExcluir